A Cultura sai à rua nas Jornadas Europeias do Património 2015

12038939_1014514461916673_1789366713780696505_o

Este ano as Jornadas Europeias do Património serão assinaladas em Portimão de forma muito especial, com destaque para a atividade intitulada “Mexilhoeira Grande – A nossa cultura sai à rua!”, que decorrerá no dia 26 de setembro, das 14h00 às 23h00, no Adro da Igreja Matriz e nas ruas dessa freguesia.

As jornadas iniciam-se a 26 de Setembro com um programa que conta com a participação da Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande e da sua comunidade que ativamente se disponibilizou para continuar a apoiar a iniciativa. Neste dia, a partir das 14h00, será possível, através de uma visita orientada, percorrer as ruas da freguesia e descobrir a sua história, passando pelo barbeiro, pelo sapateiro, pela Misericórdia e pela Igreja Matriz.

Terá oportunidade de conhecer as artes, os saberes e provar os sabores que durante décadas fizeram parte da vida de diferentes gerações, e que hoje ainda subsistem nesta freguesia. A moagem e pão, empreita, vime, cortiça, atabua, rendas, ervas e mezinhas, doçaria, medronho, mel, vinho, queijo, biscoitos, produtos agrícolas e marisco da ria, são alguns exemplos das atividades e produtos que irá encontrar com histórias ricas que nos serão transmitidas na primeira pessoa pelos seus protagonistas.

Também haverá uma área dedicada ao património arqueológico, edificado, etnográfico natural e imaterial da freguesia, que contemplará uma exposição do Museu de Portimão e da Junta de Freguesia da Mexilhoeira.

A proposta é recuar no tempo e participar em atividades, oficinas de construções em taipa e adobe, pinturas com pigmentos naturais, iniciação à arqueologia, moinhos de papel, jogos ambientais, quadrados com história e cerâmica, ateliers de amassar pão e de agricultura.

Os jogos tradicionais também não serão esquecidos e não faltarão o pião, os berlindes, a malha, a corda, as caricas, a macaca, o arco e flecha, os jogos do burro e das cinco pedrinhas, entre outros, que poderão ser praticados por todos.

Às 16h30 terá lugar a atuação dos Acordeonistas Lígia, Belinha, Dinis Correia e Filipe Miguel e às 18h00 do Rancho Folclórico da Figueira.

Neste dia outras memórias também serão evocadas, como as animações e festas que juntavam a comunidade rural, onde a diversão se aliava ao trabalho. Para recordar esta tradição às 20h30, ao som do Grupo Coral Adágio e das concertinas dos mexilhoeirenses, inicia-se a recriação da descasca do milho com testemunhos populares e os tradicionais biscoitos fritos e a aguardente a acompanhar.

No dia 27 de setembro, o programa preparado pelo Museu de Portimão propõe duas atividades:

Em colaboração com a Misericórdia da Mexilhoeira Grande realiza-se Conversas e Memórias: da Pedra à Cal, que pretende dar a conhecer o modo de produção da cal através de uma visita a um forno localizado no Centro de Interpretação de Alcalar. Posteriormente, na Mexilhoeira Grande, irá realizar-se uma conversa sobre os vários usos tradicionais da cal, tendo por base uma exposição sobre o tema. Para finalizar realizar-se-á um workshop de caiação.

Durante os três dias, 25, 26 e 27 de Setembro, o Museu de Portimão estará associado às Jornadas Europeias do património e terá entrada gratuita. O horário de funcionamento é das 10h00 às 18h00.

As Jornadas Europeias do Património, em Portimão, são uma organização do Município de Portimão, Museu e Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande e contam com o apoio da Direção Regional de Cultura do Algarve, no âmbito da dinamização dos Monumentos Nacionais da freguesia.

Anúncios

Os comentários estão fechados.

  • Introduza o seu endereço de email para seguir este blog e receber notificações de novos artigos por email.

    Junte-se a 129 outros seguidores

%d bloggers like this: