«Pioneiros do Conhecimento Científico do Algarve» viajam pela região

Imagem

Desde 25 de Março que a exposição “Pioneiros do conhecimento científico do Algarve”, produzida conjuntamente por dez museus pertencentes à Rede de Museus do Algarve, se encontra em itinerância, abordando 11 figuras com legados relevantes para o conhecimento científico sobre esta região.

Depois de “Algarve – Do reino à região”, os museus algarvios voltaram a unir-se em torno do projecto comum “Pioneiros do conhecimento científico no Algarve”, o qual incide sobre um grupo  de intelectuais que, entre o último quartel do séc. XIX e meados do século XX, procuraram esclarecer e fundamentar os contornos da identidade do país, através do estudo da cultura popular.

Esta exposição foi inaugurada a 25 de Março no Museu de Portimão, encontrando-se agora no Museu Municipal de Arqueologia de Albufeira, seguindo também para Vila do Bispo, Lagos, Lagoa, Silves, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Vila Real de Santo António.

O leque de personalidades apresentadas vai de José Sande Vasconcelos a Estácio da Veiga, passando por José Leite de Vasconcelos, Santos Rocha, Ataíde Oliveira, José Formosinho, Estanco Louro, Pe. Manuel Madeira Clemente, Pe. Nunes da Glória, Pe. Semedo de Azevedo e João Grade, homens que se debruçaram sobre as comunidades locais, procurando-se revelar a forma pioneira como estudaram e registaram a paisagem social e cultural do Algarve.

Grande parte destes pioneiros , interessados nas “coisas do povo”, destacaram-se no panorama do fim do século XIX e inícios do século XX, período que se caracterizou pela crescente multiplicação de investigadores locais, expresso na proliferação de estudiosos, de trabalhos de âmbito regional e de museus.

Anúncios

Os comentários estão fechados.

  • Introduza o seu endereço de email para seguir este blog e receber notificações de novos artigos por email.

    Junte-se a 127 outros seguidores

%d bloggers like this: